santuario dos elefantes no camboja

Alguma vez em seus roteiros de viagem você incluiu também dar banho em elefantes idosos? Ou será que pelo menos brincar com um gigante desses? Tenho certeza de que você ainda não tinha pensando que isso era possível, certo?

Mas indo até o lugar certo você pode ter essa maravilhosa experiência, de interagir com os mamíferos e ainda fazer belas selfies para guardar de lembrança. Tudo isso é possível no Camboja, mais precisamente na província de Mondulkiri.

Como assim dar banhos em elefantes idosos?

DESTINOS INESQUECIVEIS PARA VIAJAR COM SUA FAMÍLIA

Você não entendeu errado, é isso mesmo. Viajando para o Camboja você pode participar do projeto Mondulkiri, que acontece nessa província localizada a cerca de 5 horas de Phnom Penh, capital do país.

Na região leste, situado nas montanhas, está esse belo santuário de vida, um refúgio para elefantes idosos com o intuito de proteger esses amimais, preservar as florestas e ainda gerar renda e oportunidades para a população indígena bunong.

O local atrai pessoas de todo o mundo, interessadas em interagir amigavelmente com esses animais e criar vínculos de afeto com eles. É possível alimentar os elefantes idosos, banhá-los no lago e brincar com eles.

E tudo isso é muito merecido, porque esses animais estão ali, protegidos, a salvo de seu passado de trabalho em madeireiras ou como atração turística em Siem Reap. No santuário não há exploração. Os animais são bem-tratados, respeitados e ninguém tem autorização para montar neles.

O projeto de Mondulkiri

O projeto Elephant Valley de proteção aos elefantes idosos começou no ano de 2013, e foi fundado pela família Tree. Eles apoiam também financeiramente a causa, porém, não fazem parte da população bunong.

Ali também há trilhas para os visitantes, a família trabalha com elas e como monitores na interação com os animais, além do conjunto de bangalôs chamado Tree Lodge. São construções simples, mas confortáveis, que dão vista para os campos de Camboja.

Os turistas também recebem instruções e esclarecimentos sobre o projeto, os objetivos a serem alcançados e também a importância dele e da preservação da natureza daquela região. Mas de tudo a parte mais interessante mesmo é interagir com os elefantes idosos.

Eles ficam em uma área restrita e protegida da floresta, estão sempre cheios de apetite e dispostos a brincar com seus visitantes. São animais mansos e que adoram ganhar um bom banho refrescante no lago.

É um projeto muito bonito, cativante e emocionante. Animais que sofreram no passado hoje recebem mimos e visitantes de várias nações, que são conscientizados sobre a importância de preservar essa espécie e ainda tantas outras que vivem por ali. É uma viagem que com certeza você não vai esquecer nunca!

 

cidades para fugir do varao no brasil

Não é porque moramos em um país tropical que todo mundo gosta de calor. Há quem prefira o friozinho do inverno e baixas temperaturas, que nem sempre encontramos por aqui. Afinal, o Brasil não é frio, e em apenas algumas cidades do Sul e serranas é possível ter frio de verdade.

Mas quando chega o verão não tem jeito, o calor domina o território nacional, então, quem não gosta do sol e do calor tropical pode fugir para países onde o frio está em alta nessa época. E que tal conferir 5 dicas para escapar do calorão brasileiro? Confira a lista de sugestões a seguir.

  1. Patagônia Chilena

Por ali é frio mesmo durante o verão, que tem temperatura média de 14° C. Ou seja, nos vizinhos podemos ter uma saída e rota de fuga para quem não faz questão do calor. É uma excelente época para fazer cavalgadas, conhecer as geleiras, visitar o Parque Nacional de Torres del Paine e caminhar.

  1. Bariloche

Esse é mais um destino para quem deseja fugir sem muita burocracia e sem ir para longe demais. Aqui em nossa vizinha Argentina você encontra um clima bem agradável entre 6 e 20° C. Há opções de restaurantes bares, museus , shopping e ainda é possível até mesmo esquiar por lá.

  1. Inglaterra

Mas se você deseja mudar de continente, então sugerimos a Inglaterra, com uma parada em Londres. Ali não tem como não encontrar o que fazer, pois há opções para todo mundo. E não se esqueça de entrar no clima londrino e parar para tomar o seu chá das 5. Aproveite e conheça também Windsor, Liverpool e Oxford.

  1. Lisboa

Mas se você não quer viver um inverno muito rigoroso na Europa, então o ideal é fugir para Portugal e ficar em Lisboa, onde a temperatura no inverno é agradável, com cerca de 10° C. E ainda há a vantagem de ser fácil se comunicar com todos por lá. Além da culinária deliciosa, rica e farta.

  1. Paris

Mas para quem prefere um destino estiloso e romântico, em uma capital famosa, então vá para Paris, na França. O inverno de lá é lindo e a Cidade Luz fica maravilhosa nessa época do ano quando é calor por aqui no Brasil. Lá faz frio, mas as atracações em lugares fechados são uma boa opção, como nos restaurantes, em museus, cafés e nos eventos culturais que acontecem somente no inverno por lá.

E você? Prefere fugir ou ficar por aqui e curtir o calor tropical? Se sua intenção é escapar das altas temperaturas, agora já tem opções interessantes, basta escolher qual mais lhe agrada e fazer as malas!

8 destinos inesquecíveis para sua viagem em família 3

Ter filhos não significa que as viagens chegaram ao fim. Existem muitos lugares divertidos, bonitos e agradáveis que a garotada também pode visitar e garantem atrações para a família toda.

Por isso, este artigo é dedicado para quem está planejando as suas próximas férias com a garotada, mas quer um passeio que realmente eles gostem e se lembrem para o resto da vida. Preparado?

Então pegue papel e caneta e anote aí os 8 destinos incríveis para viagem em família que separei para você. 4 deles aqui mesmo no Brasil e 4 no exterior. Veja só que demais!

Destinos nacionais

  1. Beto Carrero World, Santa Catarina

Não precisa cruzar oceanos para visitar um parque temático super divertido e rico em atrações. Indo até o Sul do Brasil você pode visitar o Beto Carrero World, e tenha certeza de que todo mundo vai se divertir.

São vários espaços distintos onde há brinquedos, o Mundo Animal, a Ilha dos Piratas, a Terra da Fantasia, Madagascar, aventuras radicais e ainda outros espaços que vão render momentos especiais para todos.

  1. Parque Aquático Beach Park, Fortaleza-CE

Para quem prefere ficar dentro da água e se refrescar do calorão tropical do nosso Brasil, a sugestão é visitar o Beach Park. São várias atrações num espaço bonito e bem organizado que você vai querer conhecer.

Esse parque já foi eleito o melhor do Brasil, e se você quer radicalizar sugiro que dê uma volta no Insano. Esse é o brinquedo mais radical do parque, e acredite, você vai querer ir de novo e de novo!

  1. Maragogi, AL

Quem gosta de aproveitar as férias escolares de julho para viajar tem em Maragogi o destino ideal. Isso porque mesmo nessa época do ano ali as águas são quentes, e por isso, é um dos melhores destinos para viagens em família.

Se você quiser nadar com os peixes e deixar a garotada encantada com as belezas do mar, planeje sua vigem para as épocas de maré baixa, quando o IBAMA permite essa atração. Aí sim poderá ver todo o seu colorido nas piscinas naturais.

  1. Thermas dos Laranjais, Olímpia-SP

Mais uma opção de parque aquático e que você também vai se apaixonar se for visitar. Localizado numa cidade interiorana de São Paulo, aqui há diversas atrações para todas as idades e gostos.

E o melhor é que essa cidade é muito quente, e por isso, durante todo o ano você vai conseguir aproveitar as atrações que o Thermas oferece. Não importa se nas suas férias de julho, no final do ano ou então num feriado prolongado. É sempre uma boa opção.

Destinos internacionais

  1. Orlando

Se falou em viagem em família para fora do Brasil pensou na cidade de Orlando, e por quê? Porque é ali que está localizado o Walt Disney World e também o Sea World. E quem nunca sonhou ir para lá?

Não há o que dizer de Orlando, a não ser que crianças e adultos vão se emocionar, e devem reservar alguns dias para a viagem ou não vão conseguir ver tudo. É sem dúvidas um dos melhores destinos.

  1. Valle Nevado, Santiago-Chile

Mas se o sonho de vocês é conhecer a neve, então, indo aqui no vizinho Chile você já vai conseguir realizá-lo. O Valle Nevado é a maior estação de esqui do Hemisfério Sul, e ali também havia atrações para os pequenos.

Localizado nos Andes, são 44 pistas que você pode visitar até o mês de outubro, ou seja, ideal para as férias de julho. Existe um complexo especial para crianças, onde os pequenos entre 4 e 9 anos podem aprender esqui e snowboard com instrutores.

  1. Londres, Reino Unido

E quem disse que em Londres as crianças não têm vez? Elas têm e há muito que fazer por lá. Comece programando um passeio pela Legoland de Windsor, depois, prepare a câmera para visitar as alturas da London-Eye, a roda gigante.

Mas não pare por aí. Leve a garotada para visitar o mundo de Harry Potter no Castelo e ainda a estação Hogsmead. Mas as atrações culturais também precisam acontecer, e por isso, finalize com o Museu de História Natural vendo os dinossauros.

  1. Buenos Aires, Argentina

E para finalizar, que tal conhecer a Argentina? Buenos Aires não é apenas um destino romântico, porque para viagem em família ela também tem um bom potencial. A comida é muito saborosa, e as sobremesas de alfajores e sorvetes nem se fala!

Para quem gosta de futebol uma visita ao estádio do Boca Juniors é inesquecível, e ainda há atrações culturais como o Museu das Crianças, e de lembrança, que tal um brinquedo educativo das lojas de Palermo?

Decidiu para onde ir? O jeito é praticar a democracia e deixar todo mundo votar!

çamera-de-acao-na-sua-viagemçamera-de-acao-na-sua-viagem

O mercado tecnológico está sempre inovando e trazendo opções interessantes para utilizarmos no trabalho, no dia a dia ou então durante nossas viagens. E a câmera de ação é uma dessas opções que já caiu no gosto dos aventureiros.

Isso porque ela é capaz de fazer registros incríveis e únicos de suas aventuras, mesmo que você esteja em movimento, que as condições não sejam muito boas e você não possa manusear pessoalmente o equipamento.

Suas funcionalidades e seu design atraem os consumidores, que veem nesse tipo de câmera a alternativa ideal para imortalizar os seus momentos de aventura com a qualidade que se espera, a fim de ser fiel ao original.

Você ainda não tem uma câmera de ação? Então veja a seguir algumas razões que vão lhe mostrar porque você precisa ter uma dessas em sua próxima viagem.

  1. Características gerais

Se você precisa de uma câmera com boa resolução, completa, versátil e prática, a câmera de ação traz para você as características gerais que está buscando, como leveza, portabilidade, design compacto, case à prova de água e contra choque, sistema de estabilização de imagens e suporte para capacete.

  1. Opções de registros

A câmera de ação pode ser utilizada tanto para registro de fotografias como também para fazer vídeos. Ou seja, você pode escolher como deseja registar suas aventuras, e em ambos modelos ela mostra excelente qualidade, e armazena em cartão MicroSD.

  1. Imagens em movimento

Uma das grandes vantagens da câmera de ação para os aventureiros é que elas fazem o registro de imagens mesmo em movimento. Ou seja, você pode conseguir um ótimo clique daquele milésimo de segundo e alcançar a resultado de imagem que tanto deseja, como se a cena estivesse ao vivo.

Nada de borrões, fantasmas e fotos tremidas. A câmera de ação foi desenvolvida para que você pudesse ter a liberdade de curti o seu momento de adrenalina e guardar tudo isso com ótimas capturas que vão render um álbum memorável.

  1. Controle a distância

Uma das facilidades desse tipo de câmera é que ela possui um aplicativo para aparelhos móveis, que possibilita controlar a câmera a distância com dispositivos que utilizam o sistema Android ou IOS.

  1. Versatilidade para o uso

A câmera de ação vem acompanhada com vários acessórios e possui muitas ferramentas que permitem ela ser utilizada para diferentes modalidades de esportes e aventuras. Ela também pode ser utilizada no dia a dia e sempre possibilita um projeto final à altura daquilo que o usuário espera.

Por todas essas razões é que em suas viagens você precisa levar na bagagem uma câmera de ação, especialmente se deseja fazer registros com os mínimos detalhes e guardar para sempre aquele momento radical.

 

hbes-como-tirar-fotos-boas-nas-viagens

Como tirar boas fotos em viagens?

Uma viagem agradável pode terminar mais rápido do que gostaríamos. Então, a solução é registrar ao máximo possível todos os lugares visitados e aquilo que nos chamou a atenção. Afinal, essa é uma forma de manter vivas as memórias desses momentos.
As fotografias são uma excelente maneira de fazer registros, afinal, basta pegar a câmera ou celular e pronto, está guardado para sempre. Mas embora todas sejam especiais é preciso que tenham qualidade também.
Além disso, precisam ser originais para saírem do convencional e mostrarem um álbum bonito, divertido e interessante. Por isso, neste artigo vamos te dar algumas dicas para que você tire boas fotos de suas viagens e guarde essas aventuras para sempre. Acompanhe!
1. Procure o ângulo ideal
Dependendo do ângulo que você adotar duas fotos do mesmo lugar podem ser muito diferentes. Então, pare alguns instantes e escolha aquele ideal para que sua fotografia registre exatamente o que você quer, e seja fiel à beleza do lugar.
2. Escolha o ponto certo
Para fotografar paisagens e eventos o ponto onde você se localiza faz toda a diferença. Não se contente apenas com uma parte da visão. Procure o lugar certo para que consiga fazer o registro de todas as belezas e dos momentos que deseja guardar.
3. Ajuste o seu foco
Valorize a fotografia dando foco naquilo que você quer destacar. Evite deixar sobrando elementos ou espaços. Centralize, ajeite, mude o ângulo e faça um clique harmônico e equilibrado.
4. Mude a sua posição e postura
Se você tem o costume de fazer fotografias sempre em pé, é hora de ver as coisas sob um novo ângulo. Procure encontrar diferentes posições para fazer seus cliques. Agache, deite no chão, olhe de baixo para cima, suba em algum lugar e assim por diante. Você vai conseguir encontrar contrastes que às vezes as pessoas não prestam atenção.
5. Espere o momento certo
Sabe aquela fotografia que foi tirada no momento ideal? Provavelmente o fotógrafo teve muita paciência para esperar que ele chegasse. Mantenha a sua câmera ou celular na mão, e espere o momento ideal, daquele pôr-do-sol magnífico das aves voando ou qualquer outro instante que termina rápido.
6. Explore os contrastes
Se você for fotografar uma construção ou então uma paisagem, um barco, enfim, evite focar somente nisso. Procure fazer contrastes e compor um belo cenário. Use o céu a seu favor, a grama, o mar ou um lago. Você vai conseguir fotos belíssimas se souber explorar esses elementos e outros mais.
Fotografias mais do mesmo? Nunca! Você pode ter um álbum único se seguir essas dicas e inovar nos cliques. Seja ousado e não tenha vergonha de buscar o melhor ângulo e pontos para conseguir imagens inesquecíveis.

Basilica de Bom Jesus de Matosinhos

O turismo movimenta a economia no Brasil, e em todos os estados brasileiros temos diversas atrações que encantam os turistas. E entre essas atrações estão também as igrejas, sendo que muitas além do valor religioso que carregam são um marco e patrimônio histórico do nosso país.

Em Minas Gerais o turista pode encontrar diversas igrejas com esse perfil, construídas há muito tempo e trazendo o estilo da arte sacra referente ao período ao qual pertenceram. São construções belíssimas, que formam um rico roteiro de viagem.

Que tal conhecer algumas dessas igrejas tão especiais de Minas Gerais? Confira a seguir uma lista com 6 delas que você precisa visitar.

Basilica de Bom Jesus de Matosinhos

  1. Basílica de Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas

Foi construída entre o final do século XVIII e o começo do século XIX, e tombada como patrimônio nacional pela Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura) e o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Essa igreja está entre as obras primas de Aleijadinho (Francisco Antônio Lisboa) e trata-se de uma manifestação do período barroco, tendo reconhecimento mundial. Ali o turista poderá apreciar a escadaria externa, que é decorada com 12 estátuas de profetas esculpidas em pedra sabão.

Também há 6 capelas que guardam mais de 60 esculturas em tamanho natural feitas em madeira policromada. Trata-se da representação da Via Crucis.

Igreja Matriz de Santo Antonio

  1. Igreja Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes

A Matriz de Santo Antônio é um dos símbolos do barroco do século XVIII, e também recebeu o trabalho de Aleijadinho. A atenção de quem a visita recai sobre a fachada e sua decoração interior, elaboradas pelo artista.

Ela possui um conjunto com 7 lâmpadas de prata e castiçais do altar-mor todos em estilo rococó, e ainda uma coleção toda em prata de objetos litúrgicos. Mas um dos itens mais impressionantes é o órgão da igreja, que veio de Portugal e foi instalado no ano de 1788.

Igreja de Sao Francisco de Assis

  1. Igreja de São Francisco de Assis, em São João Del Rei

Foi construída no século XVIII, sendo que o projeto inicial foi do artista Aleijadinho, mas quem executou a obra foi Francisco de AIma Cerqueira. Nessa construção o que chama muito a atenção são os 6 altares e os púlpitos, além da composição da Santíssima Trindade em relevo, na capela-mor, e o lustre de cristal. O túmulo de Tancredo Neves fica no cemitério dessa igreja.

Igreja de Nossa Senhora do O sabara

  1. Igreja de Nossa Senhora do Ó, em Sabará

Quem a vê por fora enxerga a simplicidade de uma capela rústica, mas é em seu interior que está guardada toda a sua joia. Ali o turista pode apreciar uma belíssima e rica decoração barroca.

As colunas não trazem anjos, mas sim cabeças de dragão, e os personagens bíblicos são retratados com os olhos puxados, mostrando a influência da colônia portuguesa de Macau no trabalho dos artistas que decoraram a igreja.

igraja Matriz de Nossa Senhora do Pilar Ouro Preto

  1. Matriz de Nossa Senhora do Pilar, Ouro Preto

Talvez o ponto mais impressionante dessa igreja seja a quantidade de ouro que está em seus altares, pois ali temos mais de 400 quilos do metal precioso. Mas os detalhes riquíssimos dos estábulos também atraem os olhares, e representam exemplos das três fases do barroco brasileiro.

Ainda possui 6 altares que trazem a representação das irmandades e dos grupos sociais da época, e também há o museu de Arte Sacra. Ele fica localizado no subsolo e traz a imagem de Nossa Senhora do Pilar, Nossa Senhora da Conceição e Santa Bárbara.

Se você for visitá-la repare no teto o desenho do Cordeiro de Deus. Note que o efeito visual criado causa a impressão de que um dos braços da cruz parece estar mudando de lado conforme o ângulo observado.

E ainda há muitas outras igrejas belíssimas em Minas Gerais que também possuem o seu valor histórico e religioso para o estado e o Brasil. Esse é o caso da Catedral da Sé, a Basílica de São Geraldo, a Matriz de Nossa Senhora da Conceição e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo.

Coloque em seu roteiro de viagem e conheça esse patrimônio brasileiro, marcos da nossa história e cultura, além de um passeio muito agradável!

 

 

asa-delta-rio-de-janeiro

Voar de asa delta é uma aventura magnífica para quem gosta de estar nas alturas. As paisagens vistas lá do alto são muito diferentes, e a emoção do voo é única. Mas para que a experiência seja realmente inesquecível é preciso partir dos pontos certos.

Se você pretende visitar o Rio de Janeiro e já está se preparando para esse passeio aéreo, então que tal conhecer os pontos mais interessantes para fazer um voo de asa delta? Continue lendo e anote em seu roteiro de viagem para não esquecer!

Pedra Bonita

A rampa que se localiza na Pedra Bonita, em São Conrado, é a mais famosa do Brasil. Além do voo fantástico que proporciona ela fica dentro do Parque Nacional da Tijuca e só por aí já começa um belo passeio.

Tem altitude de quase 600 metros, e do alto é possível ver a Pedra da Gávea, o Corcovado e o Morro dos Dois Irmãos. Quem salta dessa rampa faz o pouso na Praia do Pepino, também em São Conrado.

asa-delta-rio-de-janeiro

Nova Iguaçu – Rio de Janeiro

Mas quem deseja saltar de um dos melhores pontos para voo de asa delta precisa mesmo se distanciar uns 40 km da cidade para chegar até a rampa da Serra do Vulcão, em Nova Iguaçu. Com certeza ao chegar lá você verá que valeu a pena andar um pouco mais, mas é preciso um carro tracionado, porque o caminho é difícil.

Isso porque a Serra está 885 metros acima do nível do mar, e ainda há duas opções de rampas para saltar. Uma delas é feita de madeira e a outra é uma rampa natural. Por isso, é possível saltarem duas pessoas em voo simultâneo.

Serra das emergências – Búzios

A charmosa cidade de Búzios também traz o atrativo dos voos de asa delta, e não poderia ficar de fora do seu roteiro. O lugar é belíssimo, embora seja bem mais baixo do que as outras duas rampas. Esse tem apenas 173 metros.

Mas, o local para salto é muito bom, com área gramada em espaço particular que se localiza no Parque da Costa do Sol. Aqui também pode-se saltar com dois pilotos simultaneamente, e ainda há uma área que possibilita a montagem e a checagem dos equipamentos.

Dicas para voar de asa delta

Vale lembrar que para voar de asa delta é essencial ter o equipamento adequado, ou contratar um instrutor de voo para fazer um salto a dois. Lembre-se que é fundamental contar com especialistas para manter a sua segurança.

No caso de pessoas ainda iniciantes é recomendado que o salto seja feito em rampas próximas ao litoral. Isso porque ali a brisa do mar é mais suave e não tem turbulências. Isso garante um voo mais seguro.

Também é uma boa opção para quem vai voar pela primeira vez e não quer se assustar, mas sim aproveitar bem o passeio. De toda forma, sempre converse com o instrutor para que ele possa orientar sobre como proceder e tire suas dúvidas.

O valor dos voos de asa delta no Rio de Janeiro pode variar segundo a empresa escolhida e o pacote contratado. Isso porque é possível também solicitar serviços para guardar recordações, como a filmagem do voo e fotos aéreas.

Anotou? Então agora é só aproveitar o passeio e não esquecer de registrar tudo para ter boas lembranças!