viagens-para-o-jalapao

Localizada no estado do Tocantins, Jalapão é uma região do cerrado brasileiro que engloba vários municípios. Sua área total é de 34 mil km² e ali também se localiza o Parque Nacional do Jalapão.

Para quem gosta de ecoturismo essa é uma viajem que vai entrar para as melhores de sua vida. Porque o Jalapão é repleto de belezas naturais, e considerado o maior bloco remanescente de vegetação nativa de todo o território brasileiro.

Mas para aproveitar bem essa viagem, as belas cachoeiras, os fervedouros, as dunas de areia e belíssimas paisagens, é fundamental não ter dúvidas. Por isso, neste post você vai encontrar as respostas para as principais perguntas de quem está pensando em viajar para o jalapão. Veja só.

  1. Quais transportes chegam ao Jalapão?

Ir de avião até o Jalapão não é possível, porque lá não há aeroportos. Então, o jeito é seguir por terra, mas você pode voar até a capital Palmas e depois seguir de carro até o seu destino utilizando as rodovias.

  1. É verdade que vou precisar de um carro com tração?

Sim, é verdade, porque as estradas são de terra ou de areia por lá, e carros sem tração 4×4 costumam ficar atolados. E mais, além de um carro prefira seguir viagem com um motorista acostumado com estradas de areia, porque o terreno é traiçoeiro.

  1. Vou precisar de um guia para viajar pelo jalapão?

Você não precisa necessariamente de um guia para conhecer o local, porque isso não é obrigatório. Porém, considere que a região tem um acesso difícil, a cobertura de telefonia móvel é precária e as estradas mal sinalizadas.

Por isso, para quem não deseja ficar pelo caminho sem socorro e comunicação, é preferível contratar um tour pela agência ou então um guia particular quando chegar lá.

  1. Qual é a melhor época para viajar para lá?

Quanto ao calor não se preocupe, porque no Jalapão a temperatura média é de 30°C o ano todo. Mas para aproveitar melhor sem a secura do ar ou o excesso de chuvas, o ideal é ir para lá no começo da seca, que seria entre os meses de maio e julho.

Isso porque o ar ainda está com boa umidade relativa, a vegetação está verde e não há muitas chuvas para atrapalhar a viagem. Mas o pôr-do-sol mais bonito está no final da seca, porém, pode haver desconforto com a secura do ar e sensação térmica.

  1. Quais são os pontos mais bonitos do Jalapão?

Toda a região do Jalapão é belíssima, mas podemos indicar alguns pontos que vão ficar em sua memória. Se você for para lá, não deixe de conhecer:

  • as Dunas do Jalapão – ideais para ver um pôr-do-sol;
  • a serra do Espírito Santo – o nascer do sol é belíssimo;
  • a Cachoeira do Formiga – tem uma quantidade incrível de verde;
  • a Prainha do Rio Novo – o lugar ideal para fugir de tudo e relaxar;
  • a Cachoeira da Velha – perfeita para praticar rafting;
  • o Fervedouro do Ceiça – você não vai esquecer a sensação de flutuar ali.

Agora você já sabe como chegar lá, os desafios que pode encontrar e o que deve visitar. Então, é hora de fazer as malas e seguir rumo a um dos mais belos destinos do Brasil. E não se esqueça de registrar tudo, porque você vai querer ver e rever inúmeras vezes.

 

hbes-como-tirar-fotos-boas-nas-viagens

Como tirar boas fotos em viagens?

Uma viagem agradável pode terminar mais rápido do que gostaríamos. Então, a solução é registrar ao máximo possível todos os lugares visitados e aquilo que nos chamou a atenção. Afinal, essa é uma forma de manter vivas as memórias desses momentos.
As fotografias são uma excelente maneira de fazer registros, afinal, basta pegar a câmera ou celular e pronto, está guardado para sempre. Mas embora todas sejam especiais é preciso que tenham qualidade também.
Além disso, precisam ser originais para saírem do convencional e mostrarem um álbum bonito, divertido e interessante. Por isso, neste artigo vamos te dar algumas dicas para que você tire boas fotos de suas viagens e guarde essas aventuras para sempre. Acompanhe!
1. Procure o ângulo ideal
Dependendo do ângulo que você adotar duas fotos do mesmo lugar podem ser muito diferentes. Então, pare alguns instantes e escolha aquele ideal para que sua fotografia registre exatamente o que você quer, e seja fiel à beleza do lugar.
2. Escolha o ponto certo
Para fotografar paisagens e eventos o ponto onde você se localiza faz toda a diferença. Não se contente apenas com uma parte da visão. Procure o lugar certo para que consiga fazer o registro de todas as belezas e dos momentos que deseja guardar.
3. Ajuste o seu foco
Valorize a fotografia dando foco naquilo que você quer destacar. Evite deixar sobrando elementos ou espaços. Centralize, ajeite, mude o ângulo e faça um clique harmônico e equilibrado.
4. Mude a sua posição e postura
Se você tem o costume de fazer fotografias sempre em pé, é hora de ver as coisas sob um novo ângulo. Procure encontrar diferentes posições para fazer seus cliques. Agache, deite no chão, olhe de baixo para cima, suba em algum lugar e assim por diante. Você vai conseguir encontrar contrastes que às vezes as pessoas não prestam atenção.
5. Espere o momento certo
Sabe aquela fotografia que foi tirada no momento ideal? Provavelmente o fotógrafo teve muita paciência para esperar que ele chegasse. Mantenha a sua câmera ou celular na mão, e espere o momento ideal, daquele pôr-do-sol magnífico das aves voando ou qualquer outro instante que termina rápido.
6. Explore os contrastes
Se você for fotografar uma construção ou então uma paisagem, um barco, enfim, evite focar somente nisso. Procure fazer contrastes e compor um belo cenário. Use o céu a seu favor, a grama, o mar ou um lago. Você vai conseguir fotos belíssimas se souber explorar esses elementos e outros mais.
Fotografias mais do mesmo? Nunca! Você pode ter um álbum único se seguir essas dicas e inovar nos cliques. Seja ousado e não tenha vergonha de buscar o melhor ângulo e pontos para conseguir imagens inesquecíveis.